Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/modamani/public_html/includes/config.php on line 6
modamanifesto
  Busca
  Paris Haute Couture – Primavera/Verão 2007


Ana Carolina Acom *

Confira o que foi apresentado na semana mais glamourosa da moda do mundo todo: os desfiles de alta costura de Paris.

Elie Saab não pertence à velha guarda da alta costura, como as marcas Dior, Chanel e Valentino. No entanto, suas roupas devem ganhar um olhar especial, pois suas criações são altamente usáveis e vêm chamando a atenção nos desfiles, pela beleza e sofisticação das peças. Neste último da alta-costura, ele usou alguns brilhos e cores frias. Seus vestidos têm, particularmente, um certo glamour no melhor estilo da velha Hollywood.

O desfile de Valentino invocou sua famosa coleção “White Collection” de 1968. Suas roupas foram tão doces! Todas em tons clarinhos, como branco, rosa e amarelo. Além dessa soft cartela, algumas flores também apareceram para açucarar a passarela. O estilo remetia mesmo aos anos sessenta, principalmente no corte de casacos, no ar “babydoll negligée” e nos cabelos em um coque alto.

Um dos mais belos desfiles foi o da marca Givenchy, com a coleção assinada por Riccardo Tisci. Ele trouxe uma espécie de “romantismo dark”, com um verdadeiro show de alfaiataria, pois disso ele entende. O cenário era todo negro, e o chão tinha uma aparência de molhado. Apesar das cores serem sóbrias (preto, branco e cinza), surge um belíssimo vestido amarelão, na modelo da hora Irina Lazareanu, para arrasar e contrastar com o tão escuro cenário.

Outro destaque, para variar, foi John Galliano e sua coleção para a Christian Dior. Inspirada na frágil e delicada beleza de Madame Butterfly, foi como uma onírica viagem ao Japão. A maquiagem da modelo era no estilo Kabuki, e as roupas eram verdadeiros origamis gigantes, como se fossem ondas esculpidas em tecidos. Alguns trajes apresentavam uma releitura de “new-look” oriental.       

Temáticas chocantes não são novidade para Jean Paul Gaultier, que ficou famoso por vestir Madonna. A inspiração dessa vez veio da iconografia religiosa e da Virgem Maria. Com auréolas e corações sangrando, ele usou as cores da cultura mexicana e de sua festa do dia dos mortos. Dita Von Teese desfilou com um interessante chapéu de rosas vermelhas e lágrimas reluzentes.

Christian Lacroix usou motivos florais, tanto em estampas como em flores de tecidos, nas roupas e nas guirlandas da cabeça. A Chanel apresentou uma forte tendência: o preto e branco e a própria monocromia. E a noiva de Lagerfeld surgiu como uma “Princesa da Neve”, com um majestoso manto branco com penas.

*Ana Carolina Acom é formada em Filosofia pela UFRGS, é pesquisadora e consultora de moda e semiótica das vestimentas.

Fotos: Reprodução


Copyright © 2006 - 2013 - modamanifesto
Site melhor visualizado no Mozilla Firefox e no Google Chrome.