Busca
  Fashion Rio – Verão 2008

dsdf

Ana Carolina Acom *

O verão das cores
O predomínio na temporada de moda carioca foi o colorido, presente fortemente nas estampas diversas que surgiram por lá! As cores fortes ganham destaque, sobretudo o azulão, o verde e o amarelo. As cores vibrantes misturadas em looks que contrastam gritantemente são a cara de Copacabana. Mas, nem uma cor apareceu mais que os tons de “vermelho á abóbora”. Estes matizes alaranjados, parecendo o sol em final de tarde, surgiram em diferentes coleções, quase sempre em vestidos curtinhos. Aliás, o comprimento permanece ultracurto, os abaloados ainda respiram e as formas estruturadas, tão vistas na Europa, vêm tímidas. As cinturas variam, há quem as abaixe nos vestidos em cortes anos 20, e há quem as suba bastante em calças e shortinhos (tendência que muitos afirmam que agora emplaca de verdade. Será?).

Muitíssimas marcas optaram por explorar as estamparias, ainda no caminho das cores. Foram vistos corações, pássaros, quadriculados, xadrezes e muitas outras coisas que as marcas desenvolvem com exclusividade. As estampas funcionam bem no verão, mas é preciso cuidar os excessos, pois com tantas cores livres, às vezes os olhos cansam, a vista embaralha e a poluição visual domina.

Já os biquínis, que o mundo todo espera para ver, vêm ultra-sofisticados, e na maioria super clean. Eles estão tão glamourosos, que quase chegam a exigir uma classe especial. O biquíni brasileiro, a peça que mais faz sucesso no exterior, tem se aprimorado tanto e exibido um bom gosto e talento incríveis, que poderia pertencer a algo do tipo: Alta Costura – Moda Praia. O que acham? Realmente a Lenny e a Blue Man se superam a cada estação em matéria de elegância na areia, e a Salinas esbanja criatividade com mais uma coleção temática, dessa vez ela tem um certo ar lúdico e acessórios simplesmente fantásticos.

Nas roupas, além das cores, muito brilho também reluziu. O efeito molhado nos acabamentos de alta-tecnologia de algumas matérias, substituíram o vinil do inverno. Surgiram, então, na passarela: bordados, tafetás e nylons, todos com cara nova e bem modernos.

Em termos gerais, os destaques ficaram por conta da Sandpiper, com uma coleção bem comercial, ultra-usável e que dá muita vontade de ter no guarda-roupa do verão para ficar bem à vontade: vestidos de corte trapézio, abaloados, bonitos cortes e boa escolha de cores e estampas. Eleita, então, o básico do verão. Em seguida, chamo atenção para a Redley: lindas cores e ótimos cortes dos microvestidos essenciais. A Redley vem seguindo aquela linha do esportivo longe de qualquer clichê, quem usa permanece elegante e sempre bem vestida.

Agora, a coleção mais bela do Fashion Rio, foi a da Mara Mac. A escolha das cores em “tons calmos” foi muito feliz, e destacou a marca em meio a tanto “coloridismo”. As transparências apareceram e os dourados vieram muito majestosos e nada exagerados, brilho na medida certa. As tonalidades do azul ao concreto deram um charme especial à coleção, que pareceu tão harmoniosa em tecidos hora estruturados, hora fluídos.

*Ana Carolina Acom é formada em Filosofia pela UFRGS, é pesquisadora e consultora de moda e semiótica das vestimentas.

Fotos: Reprodução


Copyright © 2006 - 2013 - modamanifesto
Site melhor visualizado no Mozilla Firefox e no Google Chrome.