Busca
  Dica de Leitura: Moda e Guerra

Laura Ferrazza de Lima*

“Em que medida a moda pode oferecer um campo de estudos para o historiador?” A partir desse questionamento a historiadora francesa Dominique Veillon desenvolve sua pesquisa sobre a indústria da moda na França durante a Segunda Guerra Mundial, mais especificamente de 1940 a 1944, momento em que seu país sofreu a ocupação da Alemanha nazista. A intenção desses últimos era capitanear os recursos da principal indústria nacional francesa, a moda. Uma história que vai da capacidade de resistência através da moda feita por alguns estilistas, pelas costureiras e pela própria população - quanto a sua forma de mostrar-se ao mundo ainda elegantes mesmo em tempos belicosos -, passando pelo exílio em alguns casos e chegando ao colaboracionismo com os invasores visto por algumas maisons como a única estratégia de sobrevivência.

O livro não agradará somente historiadores, mas por sua escrita fluída e acessível encantará a todos que se interessam pelas relações históricas, sociais, econômicas e culturais que a moda estabelece. Afinal, ele traz luz sobre o período mais obscuro da mais poderosa indústria de moda da história, a francesa. A autora traça as estratégias de sobrevivêmncia da elegância e da produção de moda em tempos de guerra. Ela nos remete para as formas da beleza e do parecer de um outro tempo, amparada por revistas e depoimentos de grandes estilistas da época e pelas ferramentas próprias do ofício de historiador. Embarque nessa viagem ao passado e descubra o quanto há de atual nas mulheres de antigamente!


* Laura Ferrazza de Lima é graduada em História pela UFRGS e pesquisadora de História da Moda.

Foto: Reprodução 


Copyright © 2006 - 2013 - modamanifesto
Site melhor visualizado no Mozilla Firefox e no Google Chrome.