Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/modamani/public_html/includes/config.php on line 6
modamanifesto
  Busca
  Uma Onda na Moda

Laura Ferrazza de Lima*

As tendências da moda são como o vem e vai das ondas do mar... Assim acontece também com uma moda inspirada nos uniformes de marinheiro, ou melhor dizendo, o estilo que o universo fashion convencionou chamar de navy. As últimas coleções não me deixam mentir, na moda para o verão 2006 a Kenzo fez atracar em Paris um navio repleto de modelos que evocam as listras em branco e azul marinho, com detalhes em vermelho e todo o frescor da brisa marítima. Não tinha sido muito diferente na fashion Rio do verão 2005/2006 que aconteceu em 2005, mas cujas influências são percebidas agora. A brasileira Sandpiper ancorou na passarela da moda com modelos que mesclavam marinheiros com flores havaianas, vestindo tanto homens como mulheres.  

Campanha Kenzo

A pergunta que ficou ecoando na minha mente de historiadora da moda, é quando teria surgido essa inspiração nos uniformes de marinheiros e porque? Teriam sido antes os homens ou as mulheres a aderirem a esse estilo despojado e esportivo que aparece agora desfilado com luxo por algumas grifes? Uma resposta precisa não foi possível encontrar, afinal a pesquisa que se empreende para uma reportagem não daria para reconstruir com segurança essa trajetória, mas acho que posso fazer algumas especulações bem mediadas e deixar espaço para o caso de algum leitor que queira aprofundar o assunto.

Sandpiper Verão 05/06Já que marinheiro lembra navio, que lembra mar, fui procurar no surgimento dos primeiros trajes específicos para banho uma possibilidade para tal influência. Eles datam do final do século XIX, mas eram ainda extremamente recatados e também um tanto desconfortáveis. É principalmente no século XX que eles alcançarão uma grande evolução e irão popularizar-se. A década de dez já marcava o aparecimento de trajes de banho mais leves, a própria Primeira Guerra Mundial trazia uma inspiração nos uniformes militares e entre eles estavam os da marinha. Chanel foi quem mais destacou os trajes esportivos como ideais para os anos de guerra, tendo inaugurado sua maison em 1915.

Campanha KenzoOs anos 20 explodem cheios de inovações trazidas pelo pós-guerra. As mulhers cortam os cabelos e modificam radicalmente a silhueta, passa a imperar o estilo garçonne. A apropriação de um vestir mais masculino pode ter possibilitado uma inspiração no traje marinheiro. Segundo Valeria Mendes e Amy de la Haye em seu livro “A moda do século XX”, em meados da década de 20 a iconografia dos esportes e a criação de roupas esportivas tornaram-se um foco da nova modernidade. Os trajes de banho começaram a diminuir de tamanho. A loucura por atividades físicas coincidiu com a divulgação por cientistas das propriedades benéficas da luz solar. A pela bronzeada entrava pela primeira vez na moda, evidenciando o lazer e a riqueza necessários para obtê-la, de preferência em estâncias cosmopolitas à beira-mar. Ah, o mar e porque não o visual marinheiro a beira dele? Parece que nesse período os homens é que faziam mais uso das listras nesse estilo.

Sandpiper Verão 05/06Outra possível apropriação do estilo de marujo pode ter vindo através do uso de calças pelas mulheres. Esta foi uma inovação aceita de forma gradual. Chanel fez muito para acelerar essa mudança e muitas vezes foi fotografada durante o dia usando calças folgadas, em estilo marinheiro, conhecidas como “pantalonas de iate”. É, ao que tudo indica Chanel foi a primeira mulher a embarcar na moda navy.

Os anos 30 teriam assistido um retorno ao feminino, na pós crise de 1929. O glamour estava em alta, mas a elegância a beira-mar pode nos revelar uma inspiração explicita no traje marinheiro. A década de 40 foi marcada pela Segunda Guerra Mundial. A restrição orçamentária e as penúrias da guerra exigiam uma mulher mais austera, com roupas práticas, um tanto masculinizadas por ocupar postos de trabalho antes dedicados aos homens. A inspiração militar sempre ressurgia em tempos belicosos e nesse período não foi diferente.

A figura das pin-ups eram muito usadas para alegrar os soldados no front, algumas vezes eram representadas em uniformes militares estilizados, o de marinheira sexy era recorrente. O fim da guerra trouxe um novo impulso para a moda, a invenção do pret-à-porter a democratizou. O luxo e o glamour estavam devolta. Nesse momento a inspiração náutica aparecia cercada de status, dos que podiam permitir-se velejar, em trajes de banho que tornaram-se mais diminutos. A partir de então a moda marinheira passou a soprar seus ares sobre o meio urbano, sendo usada pelos jovens nos anos 60 e revisitada sempre que a maré da criação inundou as passarelas.

* Laura Ferrazza de Lima é graduada em História pela UFRGS e pesquisadora de História da Moda.

Fotos: Reprodução 


Copyright © 2006 - 2013 - modamanifesto
Site melhor visualizado no Mozilla Firefox e no Google Chrome.